Incomodou-me

05 junho 2017
Cheguei, ansiosa pelo que viria a encontrar. Tinha certeza de que o sorriso costumeiro seria meu recepcionista. Não deu outra! Parece que o olhar radiante acompanhado do seu mais largo sorriso se fez ao me receber... Não pense você que estou sendo vaidosa a ponto de achar que era especificamente pela minha chegada, não! É ela, é dela, energia que emana!

Além da imensa afabilidade não pude deixar de notar que, mesmo em casa, calçava um belo salto com fitas douradas, vestido colorido de mangas compridas e uma maquiagem que me fez desejar passar tempo no espelho a copiar. Seus cabelos presos num coque desalinhado mostravam os cuidados recentes que teve ao clarear algumas mechas... e que ficaram ótimas, inclusive. Eu falei!

Estava ali para tratar de negócios, mas com ela o abraço sempre nos traz lembranças desta velha amizade que perdura, e que não enjoa e que se sustenta. Recíproca, claro, mas ela... ela sempre me puxou para junto de si. Me lembrando de que ali estava e ficaria até eu voltar ao eixo. Conheceu minha pequena quando ainda era realmente pequena.

Como estava vaidosa, diferente, calma! Logo colocou o avental e começou os trabalhos na cozinha, afinal, cheguei na hora do almoço e ela fez questão de prepará-lo. Que maestria no fogão e que caos na pia! Detalhes, meros, a companhia era tudo!

Servidas, logo sentamos à mesa de trabalho e ali detalhamos planos, projetos, sonhos. Ela me incomodou tanto nesses últimos meses que acabou me fazendo recordar a que vim, pelo que me apaixonei. Cheguei a concordei em caminhar com ela, comigo, conosco até que surgiu a Consigo. Ela Conseguiu primeiro!

É, menina, agora mais que isso né? Você me incomodou e isso foi bom, foi ótimo. Tudo que nos incomoda nos faz querer melhorar, mudar principalmente e, claro, para melhor. Trouxe Consigo o poder de realizar as nossas vontades, prazeres que estavam dentro do peito. Não tem jeito, é adiante que caminharemos. Eu com a sua companhia e você com este sorriso!

0 comentários:

Postar um comentário